ASUS

INSTRUÇÕES

A estrutura proposta pela ASUS traduz a preocupação da equipe com a facilidade de entendimento pelos usuários, sendo também perceptível que a linguagem adotada busca criar um documento atraente, de fácil consulta, partindo do pressuposto de que o desenvolvimento científico e tecnológico devem ser menos herméticos, aproximando o conhecimento do cotidiano e contribuindo para que o aprendizado siga por um caminho mais palatável e, principalmente, mais democrático,

A estrutura geral da Ferramenta ASUS é dividida em seis temas. Cada tema é subdivido em categorias, num total de dezoito, sendo algumas dessas divididas em subcategorias, de acordo com a complexidade da temática. As categorias e subcategorias organizam os grupos de critérios, que são um total de setenta e nove, conforme Quadro 1.

 

TEMA

CATEGORIA

SUBCATEGORIA

CRITÉRIOS

A. PLANEJAMENTO DO EMPREENDIMENTO

A1. Seleção do sítio e planejamento do empreendimento

07 critérios

A2. Interrelação urbana e desenvolvimento do sítio

06 critérios

B. CONSUMO DE RECURSOS

B1. Energia

Fontes de energia

02 critérios

Eficiência energética

05 critérios

B2. Materiais

01 pré-requisito

10 critérios

B3. Água

03 pré-requisitos

03 critérios

C. QUALIDADE DO AMBIENTE INTERNO

C1. Qualidade do ar interno

01 pré-requisito

04 critérios

C2. Ventilação

02 critérios

C3. Desempenho térmico

02 critérios

C4. Conforto visual

Luz natural

03 critérios

Luz artificial

03 critérios

C5. Conforto acústico

Isolamento

03 critérios

Absorção

01 critério

D. QUALIDADE DOS SERVIÇOS

D1. Funcionalidade e flexibilidade

03 critérios

D2. Planejamento para operação

06 critérios

E. CARGAS AMBIENTAIS

E1. Emissões atmosféricas

01 critério

E2. Resíduos sólidos

03 critérios

E3. Águas pluviais e residuais

02 critérios

E4. Impactos no terreno e entorno

04 critérios

F. ASPECTOS SOCIAIS, CULTURAIS E ECONÔMICOS

F1. Aspectos sócio-econômicos

03 critérios

F2. Aspectos culturais

06 critérios

Total

05 pré-requisitos 79 critérios

Quadro 1: Estrutura e hierarquia da Ferramenta ASUS.

 

O documento que fundamenta a avaliação, denominado Referencial Teórico da Ferramenta ASUS, apresenta cada critério conforme a estrutura indicada no Quadro 2.

TÓPICO

CONTEÚDO

CONCEITUAÇÃO

Apresenta os conceitos adotados para o estabelecimento do critério e, eventualmente, sua abrangência

OBJETIVO

Estabelece claramente o que se pretende com o atendimento ao critério

JUSTIFICATIVA

Apresenta as relações entre o critério e o conceito de sustentabilidade, bem como as eventuais explicações justificativas de sua adoção

RECOMENDAÇÕES, DIRETRIZES E ESTRATÉGIAS

Propõe alternativas a serem consideradas pelo projetista na proposição de soluções em relação ao critério específico

PROCEDIMENTOS PARA AVALIAÇÃO

Indica como deve ser feita a verificação do atendimento ao critério

FONTE DE DADOS

Lista os documentos a serem considerados para comprovação do atendimento ao critério

MARCAS DE REFERÊNCIA

Indicam os quatro níveis de classificação de desempenho, podendo eventualmente serem reduzidos para dois, quando as possíveis respostas são do tipo sim ou não

PESO

Indica o peso ou importância do critério. Em algumas situações– como na não aplicação de um aspecto específico – o peso é automaticamente alterado

Quadro 2: Estrutura de apresentação dos critérios.

 

A avaliação em si é realizada por meio desta plataforma online onde os critérios são apresentados sucintamente, com seus objetivos, recomendações e marcas de referência. Para cada critério, com base nas marcas de referências definidas, o usuário/avaliador marca a opção correspondente ao nível de desempenho alcançado no projeto e o próprio sistema realiza os cálculos e ponderações para apresentação do resultado final.

Ressalta-se, entretanto, que o preenchimento da plataforma online é um processo relativamente longo e deve ser executado em uma única etapa, ou seja, sem o encerramento da plataforma, pois não há possibilidade de salvamento para posterior continuidade. Como ferramenta de auxílio ao desenvolvimento de projetos, o preenchimento da plataforma poderá ser efetuado a qualquer momento, e enquanto a plataforma estiver aberta, é possível preencher as diferentes temáticas, além de modificar as respostas. Observa-se que, muitas vezes, mudanças relativamente simples de projeto pode refletir significativamente na melhoria do desempenho, sendo o sistema idealizado para facilitar o procedimento de escolhas inerente à atividade projetual.

Considerando que o processo de projeto pode levar meses, é aconselhável efetuar o download do Referencial Teórico, tanto para uma melhor familiarização da ferramenta como para considerar as recomendações contidas desde a etapa inicial de concepção. Destaca-se que muitos critérios não seguem uma ordem cronológica de projeto, tendo sido elaborados por temática, exigindo assim que o usuário conheça o seu conteúdo para alcançar melhores resultados.


© Copyright 2015 - Av. Fernando Ferrari, 514, Goiabeiras - Vitória-ES | Universidade Federal do Espírito Santo